Localização do Laboratório ACME!

  • Phone: +55 (17) 3221-2475
  • Mail: webmaster@acmesecurity.org
  • Website: www.acmesecurity.org
  • Address: Rua Cristóvão Colombo, 2265, Jardim Nazareth 15054-000, São José do Rio Preto, SP

Ser honesto e digno de confiança

Um pesquisador do Laboratório ACME! tem o dever de ser honesto sobre suas limitações e competências, evitando conflito de interesses, colocando o bem-estar do grupo e a integridade do laboratório sempre em primeiro plano, não fazendo declarações ou atos enganosos ou prejudiciais.

Demonstrar profissionalismo e comportamento exemplar na realização de seus deveres

O alto nível de qualidade no trabalho é essencial, e o esforço para mantê-lo deve ser constante, assim como o profissionalismo em seu desenvolvimento. O comportamento ético dentro do laboratório deve ser também estendido à vida pessoal do pesquisador, devendo este ser correto em qualquer atitude que tomar, em qualquer âmbito. Nenhum tipo de comportamento ou ação moralmente questionável é aceitável.

Honrar a confidencialidade

O respeito às obrigações de confidencialidade para com os dados do laboratório é imprescindível, em todos os aspectos. É absolutamente vetada a revelação de quaisquer informações internas para pessoas que não fazem parte do grupo de pesquisa.

Adquirir e manter a competência profissional

A educação contínua é um requisito básico deste laboratório, com a finalidade de atualização e extensão dos conhecimentos teóricos e técnicos, seja através de estudo, prática e compartilhamento de informações e experiências com os companheiros e profissionais da área. Esta troca deve ser recíproca e mútua entre os membros associados da equipe.

Ter responsabilidade social

É de suma importância ampliar o entendimento dos assuntos sociais e legais relativos aos ambientes computacionais. Deve ser uma meta constante a divulgação de conhecimento à sociedade, encorajando-se a elaboração e adoção de políticas e leis consistentes sobre sistemas de computação, seguindo princípios éticos.

Comunicar-se sempre com os colegas

A comunicação entre os membros pesquisadores deve ser feita de forma regular e transparente, contendo todas as informações que possam, de alguma maneira, afetar o trabalho. Devem ser reveladas para a equipe informações tais como: compartilhamento de recursos comuns, manutenção de segurança, ocorrência de monitoramento de sistemas, situações de emergência e outros assuntos relevantes.

Identificar claramente sua própria opinião

Nenhum membro do grupo possui autoridade para falar ou dar declarações em nome do laboratório, de forma pública ou com a mídia, sem que esta responsabilidade lhe seja delegada pelo coordenador. A única pessoa autorizada a falar em nome do grupo é o coordenador do laboratório, ou a pessoa diretamente delegada por este. As opiniões dos membros do grupo devem representar suas opiniões pessoais, e não a opinião do grupo, a menos que esta responsabilidade tenha sido diretamente delegada. Cada membro do laboratório deve, sempre que consultado, apresentar sua opinião de maneira imparcial, devidamente acompanhada de observações sobre preferências pessoais ou falta de maior conhecimento. Quaisquer conflitos de interesse devem ser expostos imediatamente. Os membros do grupo devem entender e deixar claros estes aspectos a respeito de suas declarações, sejam elas verbais ou escritas.

Respeitar a privacidade

Dado o escopo da pesquisa realizada neste laboratório, é de responsabilidade dos integrantes manter a privacidade e integridade dos dados e informações, assegurando sua proteção contra acesso não autorizado, ou mesmo evitando revelações acidentais a indivíduos não autorizados. Nenhum membro do laboratório deve acessar ou usar sistemas, softwares ou arquivos de dados sem permissão apropriada. Os membros do laboratório não devem utilizar de sua autoridade ou conhecimento especial para acessar qualquer informação privilegiada, exceto quando necessário para o cumprimento de suas obrigações e responsabilidades. Mesmo assim, tal acesso deve ser o mínimo necessário para a realização da tarefa, e deve ser condizente com a regulamentação interna da organização em questão. Independentemente da forma de obtenção, administradores de sistemas e analistas de segurança devem manter a total confidencialidade de informações sigilosas e reservadas.

Rafael Moreira